O Barão do Café - eBooks na Amazon.com.br

Título: O Barão do Café
Série: livro único
Autor: Jas Silva
Gênero: romance
Páginas: 395
Editora: 3DEA editora
Ano de lançamento: 2019

Não lembro quem me indicou esse livro, mas fiquei vidrada nele. Achei que seria só mais uma leitura qualquer, e se mostrou encantadora. Os personagens, o enredo, as reviravoltas, até mesmo os clichês. Esse é um livro que começa com uma protagonista inocente e muito ingênua, e um mocinho que está mais para vilão em alguns momentos e é extremamente possessivo, ciumento e manipulador. Então, se você não curte esse tipo de livro, procure aqui no site outra resenha para ler, porque O Barão do Café não é para qualquer público – e não vai agradar a todos.

Augusto Alencar Gouvêa nosso mocinho nem tão mocinho assim, aos 34 anos é dono de um império de agricultura que seu trisavô começou, o primeiro Barão de Café de Ribeirão Preto. Ele é agressivo, não se importa com quem esteja no caminho desde que consiga atingir seus objetivos. Aliás, é essa determinação que o torna sem escrúpulos, porque quando precisa jogar sujo para manter esse império a salvo, ele joga. Não acredita em amor, e aliás, acha que é justamente isso que torna um homem fraco – que foi exatamente o que aconteceu com seu pai. Teve todo um problema anos atrás, a mãe acabou se casando com um cigano e foi embora, o que destruiu aquela família.

Do outro lado, nós temos a doce e meiga Estela Saavedra. Filha desse cigano, ela acredita que a natureza é uma das coisas mais lindas que poderiam existir, crê na bondade das pessoas e é muito, muuuito ingênua em vários aspectos. Quando ela recebe uma parte do terreno que Augusto considera dele, ele fica revoltado, porque aquelas terras é o que poderia salvá-lo de um iminente colapso que está prestes a surgir na empresa. E aí, meus amigos, a merda está feita. Ele decide seduzi-la para conseguir aquelas terras, e nossa trama está montada.

GIFs da Gretchen: Qual é o melhor GIF de todos?

 De todos os mocinhos canalhas que eu já conheci, a autora Jas Silva conseguiu desenvolver muito bem esse, diria que foi um dos melhores – ou piores, dependendo do contexto – que já tive o prazer de ler. E desgosto também, que raiva que esse personagem me passava. Toda vez que ele chamava a Estela de “ciganinha” me dava nos nervos. Ela, que tem uma espécie de sexto sentido, percebia no início que as investidas dele eram estranhas, ficava desconfiada, coisa e tal. Só que com o tempo, Augusto só ia aumentando seu charme, até tê-la nos dedos. Estela, que sempre prezou tanto pelos costumes do seu povo, acabou se entregando de corpo e alma a ele, e infelizmente não foi retribuída.

 Alerta, spoiler abaixo!



GIFs da Gretchen: Qual é o melhor GIF de todos?











Teve muitas reviravoltas, uma pequena passagem no tempo, e uma criança envolvida.

Estela engravida, conta ao Augusto e ele fica puto com ela. Ele sempre foi assustador e ameaçador, mas nesse momento ele se supera. Nessa etapa do campeonato, Augusto está dividido porque ele gosta da Estela, mas acredita que o amor vai deixa-lo cego igual seu pai e decide ir contra isso. Só que ele é muito ciumento, extremamente possessivo, ao extremo. Não aguenta vê-la com outro, tem momentos que até meio que deixa ela trancada no apartamento dele, só para que outros homens não a vejam. Chega a ser quase doentio, então se você não gosta desse tipo de leitura, sério, não leia o livro ou vai se frustrar. Estela fica tão assustada que finge que abortou e foge.

Se passam dois anos, e aí a Estela muda totalmente. Ela já não é mais a “cigana” de antes. Mudou a forma de se vestir de agir. Não é mais uma garota, é uma mulher que sofreu demais, e que fará qualquer coisa pelo filho. Quando ela volta, faz o Augusto comer o pão que o diabo amassou. Por incrível que pareça, ele passou esses anos todos procurando por ela, amargo, destroçado achando que perdeu o filho e PASMEN, a mulher que amava. E aí vem o cão arrependido, passa por muitas coisas, só que volta a cometer os mesmos erros, aiai... No final ele se redime, mas até lá é chão para percorrer hein.

Enfim, indico a leitura para quem realmente curte o tema. A escrita é leve e cativante, me sentia como se estivesse vendo uma novela com um enredo melhor que o outro, de tanta coisa que aconteceu ali. Curti bastante.

1 Comentários

  1. Olá!
    Gostei de conhecer esse livro, a edição parece bem bonita e acho que eu vou gostar da história, vou procurar emprestado para ler.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.