Nessa quarentena, com pouca coisa pra fazer, estive colocando a leitura em dia e terminei uma saga completa, que nesse momento se tornou a adaptação de histórias de contos de fadas favorita (sim, ganhando disparado até da Disney).

Em Crônicas Lunares, Marissa Meyer nos conta as histórias de Cinder – Cinderela, Scarlet – Chapeuzinho vermelho, Cress – Rapunzel e Winter – Branca de neve, interligando de forma fenomenal todas as histórias.
A narrativa é incrivelmente encantadora e forte, captando nossa atenção do começo ao fim. O universo em se passa a história, é um pouco diferente do nosso, um futuro utópico de carros voadores, baterias nucleares, ciborgues, androides e onde a lua é povoada por uma espécie evoluída de ser humano. Marissa equilibra a narrativa entre sentimentos, ações e explicações para manter o nível de mistério sem nunca jogar uma grande quantidade de informações em cima do leitor. Assim a leitura se torna leve, sendo revelado apenas o que é importante para a história não expondo o leitor a detalhes desse universo tão grande e a fim de perder a linha de raciocínio, o poderia acontecer facilmente em livros tão grandes. A narrativa cresce de modo gradativo e cheio de conexões de um livro para outro. Basta dizer que os livros ganham profundidade a medida que novos personagens são inseridos, não apenas para encher linguiça, mas os personagens relevantes que completam a história que está sendo contada,  vilões e mocinhos.
Falando um pouco mais sobre os personagens é possível identificar nos livros as referências aos clássicos originais e ao mesmo tempo as mudanças feitas para modernização e junção das histórias. Somos apresentados a uma Cinderela que não precisa de fada madrinha para ser corajosa e não vai toda arrumada ao baile. Uma Chapeuzinho que não é tão facilmente enganada pelo lobo mau, independente e forte. Uma Rapunzel sonhadora, porém gênia da computação presa em um satélite. Uma Branca de Neve negra que é percebeu os horrores que poderia causar com seus dons e se nega a usá-los. Além de todas essas mudanças nas personalidades, a autora enlaça as histórias das protagonistas que unidas pela amizade e pelo amor combatem o mal representado pela vilã Levana (Rainha Má). Porém sem dúvidas, o torna os livros mais incríveis é o fato de que as mulheres não são princesinhas frágeis esperando ser salvas, mas sim mulheres fortes que apanharam muito da vida e se tornaram independentes e lutadoras. Mesmo Cress que sonha em viver um romance de novela é corajosa quando o momento lhe pede para ser.
Confira a sinopse da cada livro:


Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construíd
Capa vietnamita

 Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.
Capa vietnamita

Depois de Cinder, estreia de sucesso de Marissa Meyer e primeiro volume da série As Crônicas Lunares, que chegou ao concorrido ranking dos mais vendidos do The New York Times, a autora está de volta com mais um conto de fadas futurista. Scarlet, segundo livro da saga, é inspirado em Chapeuzinho Vermelho e mostra o encontro da heroína ciborgue que dá nome ao romance anterior com uma jovem ruiva que está em busca da avó desaparecida. Em uma trama recheada de ação e aventura, com um toque de sensualidade e ficção científica, Marissa Meyer prende a atenção dos leitores e os deixa ansiosos pelos próximos volumes da série.


Capa vietnamita
Cinder e o capitão Thorne estão foragidos e agora levam Scarlet e Lobo a reboque. Juntos, eles planejam derrubar a rainha Levana e seu exército. Cress talvez possa ajudá-los. A garota vive aprisionada em um satélite desde a infância, com a companhia apenas de telas, o que fez dela uma excelente hacker. Coincidência ou não, infelizmente ela também acabou de receber ordens de Levana para rastrear Cinder e seu bonito cúmplice. Quando um ousado plano de resgatar Cress dá errado, o grupo se separa. Cress enfim conquista a liberdade, mas o preço a se pagar é alto. Enquanto isso, Levana não vai deixar que nada impeça seu casamento com o imperador Kai. Cress, Scarlet e Cinder talvez não tenham a intenção de salvar o mundo, mas muito possivelmente são a última esperança do planeta.


Capa vietnamita

Depois de Cinder, Scarlet e Cress, inspirados, respectivamente, nas histórias de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel, Marissa Meyer entrega a eles o último capítulo da série, em que reconta a história de Branca de Neve com tintas distópicas. Na trama, a princesa Winter vive subjugada por sua madrasta, Levana, que inveja sua beleza e não aprova os sentimentos da jovem pelo amigo de infância e belo guarda real Jacin. Mas Winter não é tão frágil quanto parece, e, junto com a ciborgue Cinder e seus aliados, a jovem princesa é capaz de ini­ciar uma revolução e vencer uma guerra que já está em andamento há muito tempo. Será que Cinder, Scarlet, Cress e Winter podem derrotar Levana e encontrar seus finais felizes?

2 Comentários

  1. Oi Alice, é raro eu ler adaptações de contos de fadas, então num primeiro momento eu não leria os livros. Mas gostei muito da sua resenha e das capas maravilhosas!


    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila, feliz que você gostou! Espero que aproveite a leitura.

      x.o.x.o

      Excluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.