Resenha: Madrugadas de Desejo - Jayne Fresina

Título: Madrugadas de Desejo
SérieSydney Dovedale #1
Autor: Jayne Fresina 
Gênero: romance histórico, amor e ódio
Páginas: 288
Editora: Única
Ano de lançamento: 2015

Resultado de imagem para Resenha: Madrugadas de Desejo - Jayne Fresina


Eu estava procurando um livro leve e divertido para ler, algo do gênero "amor e ódio" e me recomendaram o livro Madrugadas de Desejo, da autora Jayne Fresina. Ele é um romance histórico nada convencional, a começar pela mocinha Ellie Vyne. Ela não é nada como as outras mocinhas, pelo contrário. Aos 27 anos, já fugiu de vários noivados e não pensa em se casar tão cedo.

James Hartley tem 37 anos e acredita que está na hora de se casar. Ele, que sempre foi conhecido por ser um libertino renomado, está cansado de mulheres atrás de si e quer algo sério. Seis meses atrás, ele conheceu uma moça em uma festa a fantasia e se apaixonou por ela, mas estava embriagado e não consegue se lembrar exatamente de quem é a dama. Para completar, em um ato de insanidade, ele deu um colar de pérolas valioso a uma de suas amantes, e ela as deu para um conde misterioso.

O conde misterioso nada mais é do que a própria Ellie, que se fantasia de homem para ganhar dinheiro jogando cartas e conseguir pagar o dote de suas irmãs, além de sanar suas necessidades e a do padrasto. Acontece também que ela também é a dama misteriosa por quem Hartley se apaixonou.

Para completar, os dois se conhecem desde novos e se odeiam.

Achei que enrolou muito, já tinha tantos segredos jogados na mesa e foi aparecendo mais. Quando cheguei na metade do livro, eu já tinha cansado da leitura. Com tantos elementos na trama, ficou até surreal.

Mas não descarto a leitura, teve vários momentos engraçados e de reflexão também. Por mais que não admitisse, Ellie sempre teve uma quedinha pelo infame Jayne. Penso que é bem aquela coisa de "a pessoa certa, no momento errado". Eles se conhecem desde novos, mas por que nunca deu certo? Porque eles precisavam amadurecer. Jayne, que odiava a palavra casamento passa a procurar por uma noiva com afinco, e quando finalmente descobre o segredo da Ellie não mede esforços para a obrigar a ir ao altar, e de repente é ele que está com medo dela fugir.

A família da Ellie achei ridícula, ela que sempre fez tudo para ajudar a todos, para trazer dinheiro para dentro de casa é a mais humilhada por eles. Todos a tratam com vergonha, mas não teriam dinheiro para comida nem roupas se não fosse por elas.

Não é meu livro favorito, mas não foi uma leitura de todo ruim. Recomendo para quem gosta do gênero.

Um comentário :

  1. Menina, que livro é esse? Conforme fui lendo sua resenha eu pensei, que enredo impressionante! Pena que se perdeu, ou enrolou além da conta, tinha tudo para ser maravilhoso! Nesse caso, acho que a premissa, menos é mais vale aqui!

    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com/2020/02/resenha-por-lugares-incriveis.html

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.

My Instagram

Copyright © Um Remédio Chamado Ler. Made with by OddThemes & Artworkdesign