Retrospectiva 2019

Todos os anos costumo fazer uma listinha das coisas que espero realizar durante o ano, e 2019 não foi diferente. Eu tinha feito aqui no blog, inclusive, uma postagem falando sobre as metas que eu tinha para 2019:


Muitas coisas consegui cumprir, outras nem tanto. Mas acredito que isso faz parte, essas metas são só para me nortear, não significam que tenho que seguir tudo a risca - até porque novos objetivos vão surgindo no caminho.

Penso que para 2019 evolui muito, amadureci e posso dizer com todas as letras que sim, aos 21 anos sou uma adulta tentando trilhar o próprio caminho. Errando, aprendendo, crescendo. Na minha agendinha, no começo do ano, listei alguns itens também.

Resultado de imagem para retrospectiva gif

Me formar em Administração [CUMPRIDO]

Este foi o meu último ano no curso de Administração pela FMU e nossa, que ano viu. Via tanta gente dizendo que passava rápido, mas pra mim pareceu que se arrastou. Eram tantos trabalhos, pesquisas, apresentações que eu contava as semanas para finalmente finalizar. Em certo momento, o final de outubro, até fui sentindo um pouco de falta, sabe? De estar próximo da comunidade acadêmica, dos eventos e palestras, dos professores, etc. Mas eu sei que estarei ali como aluna egressa e um dia voltarei para o meu tão sonhado mestrado. Neste momento, preciso é de fato descansar haha. Foram longos 4 anos, e a garota que começou lá com seus 17 anos sai com uma nova visão de mundo e de vida.


Chegar no nível intermediário de inglês [ADIADO]

Quando assinei a English Live, tinha várias expectativas para aprender inglês. Apesar de ser online, pensei comigo mesma, eu estava pagando quase que um valor presencial então o ensino devia ser bom, correto? Errado. Assim, até que fiz bastante exercícios, saí no nível básico para o iniciante e travei ali. Por diversos motivos, incluindo falta de tempo e não adaptação da plataforma, foi quase que dinheiro jogado fora. Não compensou todo o investimento dado e ainda deu o maior perrengue porque quis cancelar e não podia pela multa. 

Por coincidência, minha mãe conseguiu uma super promoção na CNA e a partir de 2020 começarei a fazer aulas de inglês presenciais em uma das maiores instituições de inglês do país - e espero que dessa vez dê certo. 

Conseguir bolsa para o mestrado [TENTANDO]

Cara, essa meta foi bem louca. Eu faço Iniciação Científica desde o 3º semestre - 2º ano da faculdade, mas era porque eu gostei da proposta do programa e me encantei pela pesquisa. Não pensava em mestrado até que uma das minhas professores, que veio a se tornar uma grande amiga e apoiadora [Gilmara!] me falou sobre isso. "Por que você não tenta mestrado depois da faculdade?". E eu achava que nem dava, porque tinha que fazer pós primeiro e etc. Só que ela me explicou que não é bem assim que funciona, qualquer pessoa que termina a graduação pode prestar concurso para mestrado.

A minha questão é a falta de dinheiro e do idioma inglês, exigido em grande parte dos programas. Perdi as inscrições para a ANPAD e esse teste também vale muito na hora da inscrição, é tipo o enem para quem vem do ensino médio porém voltado para a área de Administração.

Enfim, prestei processo para a Uninove, FEI e Centro Paula Souza. Chegou a um ponto que eu estava obcecada com isso de fazer mestrado, decidi que queria dar aulas para o ensino superior. Só que tudo tem seu tempo, certo? Então tudo bem se não rolar em 2020, 2021 é logo ali e assim por diante.

Concluir Iniciação Científica [CUMPRIDO]

Como mencionei acima, comecei a fazer I. C. e foi uma bela de uma aventura. Em 2017, fiz minha 1ª pesquisa mas não senti que ela foi bem finalizada. Em 2018 eu e meu novo orientador não conseguimos concluir tudo e adiamos para 2019 o final. Chegou na metade do ano, infelizmente ele foi desligado da faculdade e eu fiquei sem orientador. Cara, foi a maior loucura porque eu queria finalizar uma pesquisa, publicar artigos, apresentar em simpósio e congressos, incluindo a CONIC - Congresso Nacional de Iniciação Científica.

Graças a D'us tudo deu certo, consegui uma nova orientadora que também é maravilhosa, apresentei minha pesquisa, estive na CONIC e falta pouco para a publicação do artigo científico. Estou bem feliz com meu desempenho e espero no próximos anos continuar envolvida com a comunidade científica.

Ser oradora da turma

Resultado de imagem para oradora da turma

Desde o 1º semestre meu sonho era ser oradora da turma haha. Mas depois que descobri que além de ter que ser indicada pela sala, ainda passa por sorteio dei uma desanimada. Fui eleita por 2 salas, e o resultado do sorteio....

Mas consegui ser pela South Eventos, que foi onde fiz colação + baile por fora da instituição. Penso que isso conta certo?

Juntar dinheiro

Comecei o ano com uma meta de juntar pelo menos R$ 2.200,00. Não deu certo por N motivos. Saí do meu estágio, levou alguns meses para conseguir outro emprego e precisei rever outras questões antes. O problema é que não estou bem na fase de juntar dinheiro, mas sim de arcar com as dívidas que tinha pendentes [consegui pagar todas, então meta cumprida] e de pagar curso [faculdade de marketing, curso de inglês, 3 pós-graduações]. Sem falar dos meus gastos fixos como ajudar em casa, crédito no celular, remédios, passear, enfim. 

Consegui fazer uns trabalhos como freela e isso me ajudou bastante, deu para dar uma aliviada e nesse finalzinho de ano comecei a juntar. Tenho várias metas como a de tirar habilitação, comprar um carro, investir para a casa própria, viajar para outros locais incluindo exterior, pagar por cursos na FGV e ESPM. No entanto, entendo que nesse momento estou apenas investindo, deixando dinheiro para eventuais emergências. 

O foco para 2020 é de conseguir novas formas de remuneração para conseguir juntar um valorzinho mais alto.

Fazer terapia

Fazer psicoterapia era uma das minhas metas que já vem de anos, mas em 2019 foi realmente preciso. Fiquei muito estressada, tinha ataques de ansiedade e de pânico, tinha dias que acordava chorando. Essa sensação era horrível, sabe? Me sentia sozinha, sem propósito. Foi assim que conheci a Integrare Psicologia e passei a ir lá uma vez por semana.

Isso me ajudou tanto que não tenho nem palavras para descrever ao certo. Me senti super acolhida, descobri coisas sobre mim mesma que me surpreenderam. Trabalhei muito a inteligência emocional, percebi que tinha sim um propósito e só estava confusa. A questão agora é a quantidade de metas e objetivos que tenho, e trabalhar para realizar todos os meus sonhos.

Quando perdi meu convênio, fizemos um acordo de permuta, onde eu criava posts para as redes sociais e continuava indo as sessões. Isso me ajudou ainda mais, porque fui alimentando outro talento - o de edição de conteúdo, de imagens, etc. 

Se você tiver a oportunidade, faça psicoterapia. Trabalhe sua inteligência emocional, se desenvolva, se descubra. E fica aí minha indicação para a Integrare Psicologia, que foi o local que me acolheu quando mais precisei.


Essas foram algumas das metas que elaborei e tinha outras, como aprender a arrumar o cabelo e a fazer as unhas - ambos cumpridos. 





Postar um comentário

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.

My Instagram

Copyright © Um Remédio Chamado Ler. Made with by OddThemes & Artworkdesign