Projeto Romance do Mês: Livros de banca - Um Remédio Chamado Ler

Um Remédio Chamado Ler

Um cantinho legal na internet

18 de jan de 2019

Projeto Romance do Mês: Livros de banca

Decidi inaugurar este ano um novo projeto para o blog, o Romance do Mês. Como o próprio nome já diz, cada mês eu vou trazer um post sobre algum sub-gênero de Romance, mostrando um pouquinho da origem, principais autores, alguns livros de indicação e quotes. E você pode se perguntar: "romance o ano todo? Sério isso?". Pois é, são minhas leituras prediletas, apesar e amar fantasia e aventura.



Eu ainda não decidi quais temas usar cada mês, e pode sofrer alteração, mas vou deixar uma lista abaixo e vou atualizando conforme for fazendo. Queria também aproveitar e divulgar meu mais novo cantinho, A Garota dos Romances, que vai fazer resenha e trazer indicação de livros de romance. Ainda é um teste, podem ver que o layout e imagens ainda não estão totalmente prontos, e o que eu for sendo postando por lá é só uma verificação, mas quem tiver interesse em acompanhar já pode seguir o blog (link de seguidores se encontra no rodapé, basta descer a tela).

Se tiverem sugestões ou qualquer outra coisa basta deixar nos comentários. Na lista abaixo, inclui também temáticas famosas. Agora, sem mais delongas, segue a lista dos Romances do Mês:

Janeiro: Livros de Banca
Fevereiro: Colegial
Março: Comédia
Abril: New Adult
Maio: Histórico
Junho: Chick Lit
Julho: Young Adult
Agosto: Contemporâneo
Setembro: Sick Lit
Outubro: Paranormal/Sobrenatural
Novembro: Contemporâneo
Dezembro: Distopia

Resultado de imagem para romance livros gif

Como janeiro é a apresentação, gostaria de indicar alguns livros para não deixar o mês passar batido, e começar por um tipo de livro que muita gente torce o nariz (inclusive eu já fiz isso): romances de banca, ou também conhecidos como romance de bolso. Acredito que ele seja a porta de abertura para muita gente nesse mundo: são livros que você encontra em bancas de jornais e costumam ser bem curtinhos. As histórias? A maioria é previsível, houve um tempo em que tinha lido tantos que não queria mais olhar. Mas sempre acabo me rendendo e volto. O que posso dizer? Amo uma história de final feliz.

A editora suprema é a Harlequin, fundada em 1949. Ela foi comprada pela News Corp, e agora é uma divisão da  Harper Collins, uma das maiores editoras do mundo. Você sabe, esse dito "romance de mulherzinha" faz muito sucesso e vende como água. A Harlequin é dividida em selos, como Jessica, Sabrina, Bianca, Júlia, Desejo e minha favorita, Paixões. Cada um desses selos possui centenas de livros, cada um tendo um certo foco. Segue abaixo três indicações minhas de livros que já resenhei aqui no blog:



Já fiz também um post falando sobre romances de banca, clique Aqui para ler.

Resultado de imagem para romances de banca


E tem de tudo que é tema que você imaginar. Quer uma história de gravidez? Temos as grávidas em segredo, grávida de gêmeos, amante grávida, barriga de aluguel, abandonada grávida (geralmente o protagonista termina com a mocinha e ela vai embora grávida e não conta pra ele). Aquelas de reencontro, onde o mocinho encontra a mocinha e descobre que surpresa! é pai.

E isso é só um exemplo, ta? Tem as amantes, as mocinhas indefesas e ingênuas, as que querem vingança, as patricinhas mimadas, as empoderadas, as que cuidam dos irmãos menores, etc. Eu geralmente procuro livros de banca assim, pego um tema que estou afim de ler e procuro no google, chove de tantos títulos.

E é claro, eu tenho minhas autoras favoritas aqui. Não vou lembrar de todas, mas indico bastante as seguintes. Temos a Maya Banks, e sim, ela escreveu muuuuitos romances de banca, apesar de ter uma vasta coleção publicada em outras editoras. Temos Diana Palmer, cujo nome na verdade é Susan Kyleque, mas também já publicou livros como Diana Blayne e Katy Currie. Ela é quase uma rainha nesse tipo de livro, porque escreve desde 1979. A Penny Jordan, que na realidade se chama Penny Halssal e também possui outros pseudônimos, como Caroline Courtney, Melinda Wright, Lydia Hitchcock e Annie Groves, e independente do nome que ela use, eu já consigo identificar que é ela porque a escrita e enredos costumam ser sensacionais. Minha suprema mesmo é Lynne Graham. Ela tem mais de uma centena de livros publicados, e não tem um livro dela que eu tenha lido e não tenha gostado.

Temos outras autoras também que são fantásticas como Michelle Reid, Cathy WilliamsSharon Kendrick, Abby Green, Kate Hewitt Melanie Milburne. E pra mim é particularmente difícil listar também meus livros favoritos porque eu já li centenas deles e não me considero capaz de fazer isso. O que posso indicar é você realmente procurar ou pelo nome das autoras ou por algum tema que esteja afim. Libertinos, possessivos, ciumentos, italianos, gregos, detetives, policiais, fazendeiros, deixe sua imaginação rolar.


Resultado de imagem para livros romance gif

Minha maior crítica são para algumas histórias que acabam tendo um desfecho corrido demais. Não sei se tem alguma regra de quantas páginas cada livro precise ter, mas tem uns que me dá a impressão de que a autora poderia ter desenvolvido melhor e não teve tempo ou espaço. Tem também a questão das capas e de alguns títulos, mas principalmente das capas: não acho legal ter pessoas quase que seminuas ali. Uma coisa é se você está lendo no seu celular ou em um ebook, mas já experimentou ler um livro físico desses na rua? É muito constrangedor e falo em nome de outras leitoras de romance também: quem já não deixou de comprar um livro porque achou a capa muito vulgar? A história ser assim, não é nem o problema, mas olhe o exemplo de 50 Tons: antes de estourar, você poderia sair com esse livro que não dava em nada porque a capa era só uma gravata cinza. Já imaginou se tivesse alguma imagem de BDSM ou algo assim ali?

E eu entendo que seja para conquistar esse público, e mostrar que esse é o tema do livro, mas repito: isso funciona mais para ebooks e no mundo virtual, até na biblioteca eu ficava meio envergonhada quando queria pegar emprestado um livro assim. Pode ser coisa da minha cabeça, mas a sensação é a de que tem alguém te julgando. Ás vezes, o livro mal tem cenas "hot", é só uma história linda de amor e romance mesmo, mas o que qualquer um vai pensar vendo isso? Livro de putaria. Enfim, é só um comentário meu mesmo.

E vocês, já leram algum livro de banca? O que acharam do post e do projeto? Beijos e até a próxima.


17 comentários:

  1. Adorei a ideia e o post, ainda mais que eu sou a doida do romance, sério, melhor gênero da vida. rs

    Espero conseguir acompanhar o ano todo o seu projeto e suas indicações e curiosidades.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Adorei o projeto. Amo romances de banca e tem um tempinho que não pego nenhum para leitura.
    Espero que você consiga cumprir sua meta e trazer ótimas dicas para os leitores.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz um tempinho que não leio romance de banca também, mas volta e meia acabo voltando haha
      Beijos e obrigada!

      Excluir
  3. Oi, tudo bem? Eita, eu fiquei tentada, viu? Mas eu já estou com o #leiamulheres. Eu tô meio afastada do romance, tenho procurado ler outras coisas, mas gosto muito. Vou ver se participo logo mais, não esse mês, pois já estou atolada de leituras. Acho que rola muito preconceito ainda com os livros de banca, mas é um gênero que mal lembro que existe e, hoje, não leio mais. Ótima iniciativa, vou anotar os temas para eu ver se participo de algum :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei o projeto.
    Sou super fã de livros de banca principalmente os de época, devo ter uns 300 livrinhos desses por aqui, fora o monte que tenho no kindle.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente vai lendo colecionando os livros e quando vê já tem centenas hahaha
      Beijos

      Excluir
  5. Ah eu amo romance de banca. Eu confesso que leio até hoje, e claramente as capas são bem constrangedoras, mas creio que além de ser um costume eles devem ter um banco de imagens e ficam se repetindo hahahaha. Sobre os temas eu total amo os de amnésia, li um monte posso até recomendar. hehehe

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os de amnésia são muito bons mesmo, fico super com dó pela pessoa perdendo a memória e não lembrando de nada, mas acho lindo ela relembrando o amor da sua vida!

      beijos

      Excluir
  6. Olá!
    Muito legal o projeto, amo romances também.
    Entre os meus 14 aos 16 anos, li tantos romances de banca, que acabei enjoando.
    Mas confesso que bateu aquela vontade de voltar a lê-los depois de ver teu post.
    Beijos e ótimas leituras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enjoa mesmo, tem meses que não aguento nem olhar pra capa de um de tão previsível que vai ficando kkkk mas aí passa o tempo e já quero voltar haha
      Beijos

      Excluir
  7. Olá!
    Adorei o projeto, muito bacana!
    Amo muito romance e já estou ansiosa pelas suas dicas. Espero conseguir acompanhar sempre que tiver post novo.
    Beijos e boas leituras

    ResponderExcluir
  8. Oi! Amei o novo projeto e essa categoria <3
    muito a minha cara, eu cresci lendo romance de banca e leio até hoje!

    Eu amo muito a Maya Banks, meu deus <3
    acho que mais que ela só a Lora Leigh e a série Nauti Boys.

    Também acho que algumas histórias ficam bem corridinhas e dá uma dó, pq são boas e acabam ficando beeem superficiais.

    xoxo Tiffannyk
    https://thereviewbooks.com.br
    #thereviewbooks | @thereviewbooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, tantas histórias que poderiam ter maior potencial e infelizmente fica um tanto superficial por tentarem encurtar demais, principalmente nas últimas páginas que pra desenrolar logo para o "final feliz" fica bem corrido. Mas ainda assim amo muito ><

      Excluir
  9. Olá adorei o post, gosto muito.fe romances e confesso que preciso ler mais do gênero este ano, beijos!

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.