Resenha: Stage Dive - Play

Oie, gente! Hoje eu venho trazer a resenha de um dos meus livros mais queridos de todo mundo, um que eu nunca me canso de reler: Play, da série Stage Dive. A série é composta por quatro livros e esse é o segundo, mas não tem problema se ler fora da ordem ou se não quiser ler os demais, porque não afeta em nada a leitura, ok? Sem mais delongas, segue as informações:


Autor: Kylie Scott
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 320
Gêneros: Romance, hot, new romantic



Sinopse


Ele precisava de uma namorada de mentira. Ela precisava de ajuda financeira. Mas será que eles vão conseguir não misturar os sentimentos com os negócios?

Mal Ericson, o baterista da mundialmente famosa banda de rock Stage Dive, precisa melhorar sua imagem, e rápido. Ter uma boa garota ao seu lado parece ser o suficiente. Mal não planejara que este artifício temporário se tornasse permanente; no entanto, ele não esperava encontrar o amor de sua vida.

Anne Rollings jamais pensou que conheceria o rockstar que inundava as paredes de seu quarto na adolescência - especialmente não naquelas circunstâncias. Anne está com problemas financeiros, e dos grandes. Porém, ser paga para ser a namorada de mentira de um selvagem e festeiro baterista não poderia terminar bem, não importa se ele é muito gostoso. Será que um final feliz é possível nesse caso?

Resultado de imagem para stage dive  play

Deixe-me começar dizendo que Mal Ericson, baterista da banda Stage Dive, é protagonista do livro Play, 2º volume da saga, e um dos meus amorzinhos de todo sempre. Ele é simplesmente INCRÍVEL, com seu jeitinho todo impulsivo e energético. Sério, ele é demais, estupidamente maravilhoso, e o infeliz sabe disso. Ele me fez rir pra caramba.

Como a sinopse já adianta, ela está com problemas: o aluguel está atrasado, e sua colega de quarto (que por sinal, lhe devia muito dinheiro) simplesmente sumiu e só a deixou com as dívidas. Então ela acaba parando na festa de Ev e David e conhece ali o cara que mudaria sua vida. O baterista engraçado, brincalhão e super sexy do grupo de rock, que é sempre é a alegria da banda e deixa o ambiente todo descontraído. Eles se provocam, conversam, e entre gritos e risadas, Mal diz que ela é a mulher da vida dele não com essas palavras, mas vocês entenderam e que os dois estão namorando e irão morar juntos. Na frente. De. TODOS.

É claro que ninguém leva a sério, ele é comédia pura e fala cada coisa. Só que algo está errado, ele está triste por algum motivo e não quer contar a ninguém. Então, no dia seguinte, ela chega em seu apartamento e... tem um kit de bateria em um canto. Sofás, poltronas que ela com certeza não comprou. E puros músculos na sua frente, e rápido assim eles estão morando juntos.

My créa for #KylieScottFanFrance #Play #KylieScott #StageDive #Mal_Anne

"— Você sabe que eu sou fodidamente um deleite para ter ao redor. As pessoas nem sempre conseguem isso de mim. Além disso, eu vou abrir potes e levantar a merda pesada. Ouvi que isso são problemas para as mulheres"

A ideia é louca, essa coisa de "vamos fingir que somos namorados", mas Anne também só vive de responsabilidades e problemas. E ela embarca nessa, e tudo fica... Estrelas, céu colorido e outras merdas. E eles combinam tão bem, porque ela consegue acompanhar ele, e embarcar em suas doideiras. Contudo, quando ela diz "chega" ou "basta", ele imediatamente para o que estiver fazendo e por mais irritado que fique, acaba acatando as ordens dela. Se Anne pede o céu, Mal dá um jeito de conseguir, e é muito fofo ver isso, a amizade dos dois evoluindo tão rápido. Eles estavam namorando de verdade, só que fingindo que estavam só fingindo, e isso é muito engraçado.

Como eu disse, ele é bem convencido de si mesmo, e gosta de dizer isso aos quatro cantos. Ele também é absolutamente fofo, principalmente quando ele está bêbado e começa a despejar várias coisas sentimentalistas, do tipo "aquela frase com 3 palavras que começa com eu". Ele dá apelidos ridículos, como "abóbora" e dança malditamente bem. E a Anne faz para ele os famosos "olhos loucos", que ele ama. É muito cuti.

Resultado de imagem para gif casal pulando

Tem algumas partes em que eu realmente fiquei p da vida com o Mal, algumas atitudes dele que nossa, vontade de socar a fuça. Só que eu entendia ele, depois de reler tantas vezes, a dor que ele estava sentindo, tudo o que ele estava passando, eu não conseguiria fazer 1/3 do que ele fez. Fingir que está tudo bem, sabe? Sorrir, divertir e ajudar outras pessoas. E para alguém que era um completo galinha, até que virou monogâmico bem rápido, por assim dizer. Ele mesmo que chegou e disse: "ei, cansei desse acordo de só amizade, vamos fazer outras coisinhas legais?"

Vou deixar o espaço abaixo em branco, é uma troca de mensagens entre ele e a Anne. Para quem quiser se arriscar no spoiler, passe o mouse por cima. Beijos e até mais!

"Mal: Ben tá vindo jogar Halo
Anne: Ótimo! Mas você não precisa me contar tudo o q vc faz,Mal
Mal: Davie diz que comunicação é importante.
Mal: Quando é o seu período? Davie disse pra eu descobrir se você vai querer cupcake ou sorvete.
Anne: Eu nunca quero falar sobre isso.
Mal: Entediado. Ben tá atrasado.
Mal: Vamos comprar um cachorro.
Anne: Apartamento tem regras contra animais.
Mal: Bonito sutiã verde de seda.
Anne: Saia das minha gavetas, Mal!
Mal: Tem calcinhas pra combinar?
Anne: SAIA AGORA.
Mal: :)
Mal: sext me
Mal: Vai ser divertido
Mal: Pfvr?
Mal: Alto nível de coodependencia doenteia por ambas as partes. Relação possivelmente quase tóxica.
Anne: WTF?
Mal: Fiz um quiz de revista. Precisamos de ajuda - especialmente vc.
Anne:...
Mal: Marcando terapia pra casal. Terça 4:15 tá bom?
Anne: Nós n vamos pra terapia.
Mal: Ql o problema? Vc n me ama mais?
Anne: Tô desligando o telefone agora."

Postar um comentário

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.

My Instagram

Copyright © Um Remédio Chamado Ler. Made with by OddThemes & Artworkdesign