Bienal Internacional do Livro 2018 - Um Remédio Chamado Ler

Um Remédio Chamado Ler

Um cantinho legal na internet

4 de ago de 2018

Bienal Internacional do Livro 2018

Oi, pessoas! Boa tardeeee. Hoje vim trazer pra vocês um post especial sobre a Bienal do Livro 2018, um evento que ocorre em várias cidades mas que dessa vez será em São Paulo.

Bienal Internacional do Livro: o paraíso dos leitores

Sou bem suspeita para falar desse evento porque sou apaixonada por livros, então a Bienal é quase que um paraíso. No ano de 2016, foi minha 1ª vez no evento e foi mara, apesar de eu só ter conseguido ir em um dia - e justo em um domingo, o dia mais cheio.

Consegui credencial como imprensa, o que por si só já foi algo a mais. Dessa vez, me programei para ir em um dia da semana, 2 domingos e 1 sábado, então vai dar para dar aquela aproveitada haha.

Separei algumas dicas para aqueles que estão pensando em ir, então confiram:


  • Vá com uma roupa e um CALÇADO confortável. Sério, gente, aquele lugar é enooorme, cheio de pessoas, e você vai andar bastante. Pode ficar com calor, o pé acabar doendo, então pensem duas vezes com qual roupa irão e mulheres: evitem salto alto. Se for inevitável, deixem um sapato ou chinelos na bolsa porque quando o evento acabar, meu amigo, não vai ter calor que aguentem.



  • Leve bolsas com você, mas VAZIAS, ou com o mínimo de objetos possíveis. Uma blusa de frio, um guarda-chuva, a gente entende, mas sério, tentem ir o menos sobrecarregado possível, pois a tendência é você acabar comprando coisas lá e vai acabar carregando peso.  


  • Compre seu ingresso antecipadamente no site do evento (clique aqui para comprar). Assim você evita pegar filas e se estressar à toa, e o mais vital: Não esqueça os documentos, principalmente se você tem direito a meia- entrada ou entrada gratuita.

  • Leve comida: a praça de alimentação desses eventos podem ser enormes, mas os preços são um pouco salgados, se é que me entendem. Então para não passar fome e não se assustar com os preços da comida, vá preparado. Leve uma fruta, algumas bolachas, barrinha de cereal. Não precisa ir como se tivesse acabado de fazer compras no supermercado, mas vá prevenido. 

  • Leve o carregador do celular. Você pode querer tirar fotos, fazer filmagens, ou precisar se comunicar com alguém. Eu fiz a besteira de ir com pouca carga na bienal, e acabei perdendo minha irmã de vista. Meu celular descarregado, eu não sabia o número de telefone dela pois estava gravado no aparelho. Pra se perder de alguém ali é um passo.

  • Beba água. MUUUUITA água. Ou você vai ficar desidratado.

  •  Veja o trajeto que você vai fazer antecipadamente. Vai de ônibus? Metrô/trem? Verifique rotas para não ficar perdido. Recomendo irem pela estação Tietê, pois terá ônibus gratuito de ida e volta ao evento;

  • Leve dinheiro em espécie porque quem paga em dinheiro geralmente é atendido mais rápido. Lembro que na maioria das estandes era como se tivessem 2 filas: a dos que estavam com cartão e as que estavam com dinheiro. Era uma diferença gritante: quem tinha dinheiro era só chegar no balcão e pronto, enquanto quem tinha cartão chegava a passar 20 minutos na fila.

Resultado de imagem para bienal do livro 2018

Bom, galera, essas foram as dicas que tenho para deixar hoje, e em breve farei mais posts sobre como foi minha bienal. Beijooos e até a próxima.

Um comentário:

  1. Amei todas as dicas, sou louca pra ir na bienal e estou me organizando pra ir na de bh, já que sou de Minas. Devento ser um sonho.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.