Resenha: O Sorriso da hiena - Gustavo Ávila. - Um Remédio Chamado Ler

Um Remédio Chamado Ler

Um cantinho legal na internet

24 de jan de 2018

Resenha: O Sorriso da hiena - Gustavo Ávila.

Editora: Verus, 304 páginas.
Confesso que está sendo difícil fazer um post sobre esse livro. De tão surpreendente que foi para mim. Comecei a leitura do livro para dar uma pausa da leitura da Série napolitana  da Elena Ferrante e meu Deus, eu deveria ter lido o livro antes. 

Depois de várias indicações de pessoas bacanas, resolvi encarar esse livro nacional e acredito, que é o primeiro livro do autor Gustavo Ávila.

E QUE LIVRO.

Esse livro é um thriller que vai muito além de uma história de investigação criminal. O autor consegue alinhar elementos da psicologia e elementos atinentes a ética. 

O vilão da história passou na sua infância por um evento traumático, viu seus pais assassinados por um motivo fútil e torpe, porém, convincente. Depois de 24 anos, assassinatos semelhantes começam a acontecer na cidade e nas suas redondezas. 

Com isso, o detetive Artur começa a investigar os crimes. Artur é um personagem peculiar, portador da síndrome de Asperger. Possuindo, portanto, características comuns a doença, como inabilidade nas interações sociais e interesse em saber tudo detalhadamente. Dando assim ao personagem um pouco de humor sem parecer ofensivo. O autor consegue falar da doença de maneira sutil. (tem o detalhe do cigarro haha quem ler, vai entender).

Aliado a isso, a polícia pede o auxílio de Willian para tentar ajudar as crianças que viram seus pais brutalmente assassinados. Willian é psicólogo, e em sua tese de doutorado dissertou sobre o desenvolvimento dos adultos quando passam por traumas na infância. 

Esse é o diferencial da história.

O personagem do psicólogo começa a envolver-se com as crianças vítimas de forma indireta dos assassinatos e em determinado ponto da história começa a se envolver com o assassino. Já que para Willian as mortes teriam um interesse maior para a ciência, pois, a partir da morte dos pais e do trauma da vida das crianças, Willian conseguiria aprimorar sua tese sobre adultos que tiveram traumas em sua infância.

Assim, o assassino matava suas vítimas (pais de família) para que o psicólogo desenvolvesse sua tese com as crianças órfãs, na prática. E de quebra, ajudaria o próprio assassino a descobrir se o trauma da morte dos pais, o tornou um monstro.Um estudo de caso, literalmente.
 
A cada capítulo eu ficava sem fôlego.E era quase impossível largar o livro.

Esse livro poderia ser certamente usado num trabalho de conclusão de curso em psicologia ou direito e poderia virar uma série, de acordo com a sinopse do site da loja (comprei em E-book), os direitos do livro foram comprados pela Rede Globo.
E realmente, a história daria uma ótima adaptação.

Além da questão da ética, o livro aborda outras questões relevantes, como o sucateamento da polícia e pra mim o mais importante, a relação dos menores infratores internados em estabelecimentos prisionais com a falta de empatia dos profissionais e também, a falta de perspectivas na vida dos menores que por 'n' motivos cometeram algum crime. O autor aborda o tema sensível e polêmico de forma sincera e coerente.

A homofobia, também, é abordado no livro. Porém, de forma leve. Mas ao meu ver um erro do autor. Um casal homoafetivo adota uma criança, o erro, foi sobre a 'desinformação' em relação ao processo de adoção.

Na história é mencionando um júri. Instituto usado, apenas, em casos de crimes dolosos contra a vida, como exemplo, homicídio. Ou seja, não se aplica a casos de adoção de menores. Mas tirando isso, o livro é redondo. Perfeito. Personagens muito bem introduzidos. Eu me importava com todos (até com o assassino hahaha), e o título faz jus ao livro. (Sem contar as subtramas. Tem uma envolvendo a máscara que o assassino usa, que é sensacional).

É um livro muito bem escrito e bem desenvolvido. E eu gostei do final (lembrou-me, o filme argentino O segredo do seus olhos), não esperem nada muito rocambolesco. O final é muito real, crível e justo (na medida do possível). Como diria Maquiavel "os fins justificam os meios".

Conclusão: Quero ler tudo que o Gustavo escrever hahaha.  
  





9 comentários:

  1. Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas gostei da sua indicação. Vou Procurar

    www.samaraabraao.com.br

    ResponderExcluir
  2. Este livro está na minha lista ´para próximas leituras e confesso que minha curiosidade está incontrolável. Será que vou ficar como você, sem fôlego ao ler???
    Espero que sim!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse livro fez TAAAANTo sucesso no booktube, né? Lembro de quando faziam resenha dele por lá, foi um booom enorme. Eu não sabia que os direitos haviam sido comprados, fico feliz demais em ver um nacional ganhando a notoriedade que merece. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  4. não sabia da existencia deste livro e vi que é muito bom adorei de verdade parabens pela resenha ter trazido essa maravilha pra gente.

    _https://mundodaveeh.wordpress.com/.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Já estou com esse livro na minha meta de leitura do ano. Será um dos próximos, está ali na minha estante aguardando. Ótima sua resenha. super bjoooooooo

    ResponderExcluir
  6. Olá

    Todo mundo que leu esse livro amou, depois de ler sua resenha tão empolgada fiquei com vontade de ler o livro. São vários assuntos pertinentes abordado e todo livro que abre tanta discussão merecer ser lido.

    Bjão
    http://www.galaxiadeideias.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Não vejo uma pessoa que tenha lido esse livro e não tenha amado. Ele foi o maior hype do ano passado e parece ser realmente muito bem escrito. Porém, não consigo me interessar por dois motivos: o primeiro é que fiquei cansada de ver ele em todos os lugares ano passado, a divulgação dele foi tão pesada que acabou tendo o efeito contrário em mim; o segundo é que não sou muito fã do gênero e a premissa em si não despertou minha curiosidade.
    Porém, fico feliz que a leitura tenha te surpreendido positivamente e que o livro aborde tantas questões importantes e traga muitas discussões interessantes. Ele parece ser realmente muito bem escrito e acredito que é uma boa indicação para quem curte o gênero.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, ouço elogios para essa obra há bastante tempo e tenho vontade de lê-la. Parece completamente intrigante, com toda essa pegada a respeito do psicólogo e ele usar os assassinatos para estudo de caso. Achei bem bacana saber que a globo comprou os direitos de adaptação.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Gostei bastante da premissa. Que pena que o autor pecou nesses detalhes, mas que ainda não tirou nem um pouco do brilho do livro, pelo que você demonstrou. Confesso que já "garrei ranço" do tal psicologo: como assim, o cara matar pra ele poder estudar? Ai, ai.... Fiquei curiosa e espero que realmente tenha uma justiça no fim do livro. rs

    Beijo!

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.