Siga @katherslynne

11 de nov de 2017

Resenha: Mr. Romance

  Livro: Mr. Romance (#01)
  Série: Masters of Love
  Autor: Leisa Rayven (@leisarayven)
  Editora: GloboAlt
  Páginas: 358

  Pra começar bem o final de semana, venho recomendar um livro   super legal que terminei de ler, o Mr. Romance. Fui ler porque   estava visitando alguns blogs, me deparei com resenhas sobre ele e   fiquei tipo, caraca, eu preciso ler isso. Saca só a sinopse:


Max Riley pode fazer com que as fantasias mais incríveis ganhem vida: sob o alter-ego de Mr. Romance, ele pode ser um bilionário dominador, um bad boy inocente, um geek sexy ou qualquer outro homem que satisfaça os desejos das mulheres solitárias da alta sociedade de Nova York. No entanto, nada disso envolve sexo: são apenas encontros inesquecíveis. Intrigada com a lenda urbana de Mr. Romance, a jornalista Eden Tate está determinada a publicar uma matéria revelando sua identidade e suas artimanhas. Desesperado para proteger seu anonimato, Max desafia Eden a ter com ele três encontros: se ela não se apaixonar por ele, poderá publicar a matéria. Caso contrário, deverá esquecer a história. Eden não tem dúvidas de que conseguirá resistir a todos os falsos personagens de Mr. Romance, mas será que é seguro entrar no jogo do maior mentiroso de todos?

 Logo nas primeiras páginas, me identifiquei com a protagonista, a jornalista Eden Tate. Eu amo livros onde a protagonista tem essa profissão, acho que uma parte de mim, por ser blogueira, sempre vai admirar essa área. Outra coisa que me chama atenção é que normalmente o personagem não consegue separar a vida pessoal da vida profissional dele: mesmo quando ele está em casa, ele está pensando em alguma matéria para escrever. O que é algo que eu passo, até porque blogo onde quer que eu esteja: em casa, na rua, com um celular, notebook, uma lan house, não dá pra se desconectar [motivo pelo qua falhei no Desafio Minimalista 1: Fique 1 dia offline].

Então nós temos aqui a Eden Tate, a jornalista que ralou pra caramba na faculdade para ter uma carreira de sucesso na área jornalística, mas acabou tendo que escrever essas matérias ridículas que a gente vê em muitos sites por aí, como "Você não vai acreditar no que essa mulher encontrou na rua" ou "Veja o tamanho desses pintos!" e você clicar no link pra ler e ver imagem de uns pintinhos. Isso quando não são aqueles testes, do tipo "Faça o teste e veja qual Power Ranger você seria!". Apesar de que esses testes são bem legais mesmo, volta e meia eu acabo fazendo haha. Mas a Eden aqui se irrita demais escrevendo essas besteirinhas. Então a irmã dela, a Asha, conta que um cara misterioso está saindo com mulheres ricas e da alta sociedade. Quem é esse cara? O que ele faz com essas mulheres? Quem são essas mulheres? Se isso for verdade, é um escânalo, e ela vê ali uma oportunidade de fazer a matéria e quem sabe ser promovida pelo chefe -que é um sujeitinho bem desprezível. Porque todo chefe na área jornalística nos livros é tão chato assim?

Resultado de imagem para gif nao sei

Enquanto ela está desesperada atrás desse Mr. Romance, ela acaba conhecendo o Kieran, um cara super lindo e maravilhoso com sotaque irlandes que nooooossa. eu lia as páginas e queria entrar lá dentro pra pular em cima dele. Ele é super fofo, carismático, sexy e está em busca de um relacionamento sério. E a Tate, ela não quer nada sério, ela detesta a ideia de romance e finais felizes, não acredita nisso. Uma noite juntos? Tudo bem, ela topa. Um jantar romântico? Nem pensar. E ela está atrás do Max, a identidade real do Mr. Romance. 

Ela chega a tentar invadir um galpão dele, faz de tudo pra conseguir encontrá-lo, e quando ele aceita dar uma entrevista em troca dela parar de ficar agindo feito lunática atrás dele, você fica tipo, esse é um triângulo amoroso? O que é isso? E cheguei a pensar qe o Kieran fosse o Max, mas mesmo assim, fiquei na dúvida e fui enganada. Caí tão direitinho que quando a Tate descobre fiquei que nem ela: com raiva, estagnada, irritada, envergonhada, me sentindo uma trouxa. Mas a forma com que tudo aconteceu foi ao mesmo tempo bem engraçada, apesar da humilhação.

Resultado de imagem para romance

E conforme a leitura vai se desenrolando, você vai percebendo que a Tate teve um trauma passado, e sente pena dela, e do quanto ela está tentando ser forte. Só que em certos momentosachei algumas atitudes dela hipócritas. Digo, ela julga o Max por ele ter um trabalho que consiste em arrancar dinheiro de mulheres mais velhas e comprometidas, mas olha só quem está desesperada atrás de uma matéria que irá expor pessoas e sentimentos só pra subir de cargo? 

Não acho que o Max esteja errado. Ele não se prostitui, mas mesmo que o fizesse, sei lá, o corpo é dele, a vida é dele, tudo sendo consensual. Mas na realidade a única coisa que ele faz é ser um acompanhante. Ele é um excelente ator, finge ser outras pessoas, e finge de uma forma inacreditável. Eu sou apaixonada por livros de romance e sei que essa coisa toda não é real, não daquele jeito, mas eu super toparia passar um dia com o Max, ou qualquer que seja o nome que ele tenha naquele dia, se ele pudesse fazer meus sonhos realidade uma única vez. Não de sexo, nada disso: é de se sentir amada, querida. Muitas mulheres não se sentiam amadas por seus maridos, elas queriam se sentir únicas, e pagaram para poder experimentar isso nesse livro, ter essa sensação.

Resultado de imagem para mr romance
Imagem do blog Guardiã da Meia-Noite

Max é incrível. Lindo, maravilhoso, te conquista de um jeito que poucos personagens conseguem. A autora acertou muito com ele, é um personagem super carismático, e queria ter visto mais sobre o ponto de vista dele na narrativa, e não só da Tate.

O único problema assim que eu vejo, se é que pode ser chamado de problema, é que o relacionamento deles pareceu meio rápido. Na verdade é mais a atração do Max por ela, tem certos momentos que eu fiquei me questionando: [Passe o mouse por cima desse espaço em branco se quiser ler um spoiler. Como um cara como ele foi se apaixonar por ela e tão rápido? Não que a Tate não seja incrível, mas é aqueles questionamentos, sabe. Mas não se deve fazer esse tipo de pergunta em um livro de romance, fala sério haha. Se eu fosse começar a fazer um levantamento desses na maioria dos livros que eu li, daria uma tese de TCC, mas a gente lê mesmo porque a realidade, na maioria dos casos, é triste. Vamos ficar nesses livros mesmo.      

Resultado de imagem para romance gif
MAAAAAX ♥ 

Dá pra ler super rápido, é uma leitura bem divertida e super recomendo pra quem gosta do gênero. Espero que tenham gostado da resenha, e agora é correr atrás de conseguir uma entrevista com a autora!

E se você é fã da autora Leisa Rayven, se já leu algum dos livros dela ou se pensa em ler, curte a página Leisa Rayven Brasil, assim você fica por dentro das novidades e pertinho de outros fãs ^^

4 comentários:

  1. Oi tudo bem? Eu adorei mr. romance, tive a oportunidade de conhecer a autora e ela é um amor de pessoa! Adorei sua resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amei esse livro, e que invejinha de você, hein? Conhecei ela <3
      Espero um dia ter essa chance também.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Thai!!
    Eu ainda não li Mr. Romance por falta de tempo, mas vou ler só por causa da autora. Eu conheci a Leisa na Bienal e ela é incrível. Virei super fã dela <3
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma que conheceu ela na Bienal e eu aqui moscando rsrs
      To me transformando numa fã dela, já quero ler outro livro.
      Beijos

      Excluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.